Posts

Faça o que eu digo, faça o que eu faço!

Em 2009, após ganhar quase 16kg na gestação, além da amamentação que ajudou na perda de peso, não tive pressa nem desespero como a maioria das mães têm (o que é muito errado), mantive a alimentação adequada e sem pressa, perdendo quilo após quilo a cada mês, até eliminar tudo ao final de 6 meses.

Foi quando decidi me dedicar ao meu corpo e respeitar meu biotipo (com curvas, volume em coxas e glúteos). A época de Gisele Bundchen, o oculto à magreza, estava com seus dias contados. Agora, é ganho de massa muscular!

Decidi voltar a fazer atividades físicas, focada em hipertrofia. Afinal, todos os quilinhos que ganhei na gestação já tinham sido eliminados, porém a composição corporal estava muito diferente, pouca massa muscular e muita flacidez, quase 25% de gordura corporal. Coloquei em prática todo aprendizado da Pós-graduação de Nutrição Esportiva Funcional (Instituto de Ensino Valéria Paschoal), que me valeu muito à pena. E as mudanças corporais se iniciaram…

4 anos se passaram e a disciplina só aumentou, hoje treino às 06:30 da manhã pois é o horário que me resta dentro de uma agenda tão cheia de compromissos e trabalhos de Nutricionista (Graças à Deus, obrigada!).

Sem desculpas para deixar de treinar, obter uma alimentação saudável que condiz com a intensidade dos treinos diários. Aboli doces e excessos de carboidratos da minha vida, junk foods nem pensar. Confesso que uma vez por semana me dou o luxo de “escorregar” na dieta, mas nada de exageiros! Treino com intensidade, não vou para academia perder tempo batendo papinho, faço o que tem que ser feito!

Meus treinos têm variado em ciclos de Hipertrofia e definição. Tenho ótimos professores capacitados que me ajudam nesse processo.

Quando você possui um objetivo e quer alcançar de verdade, basta se organizar dentro de sua rotina, seja ela como for. Hoje sou incentivo para muitas mulheres, mães, pacientes, colegas de academia, fico muito feliz por isso. A força de vontade é tudo! Sempre digo aos meus pacientes, que devemos matar um leão por dia e nesse processo veremos gradativamente as mudanças, físicas e psíquicas, tudo melhora. Força, fé e foco, sempre!

 

Cristiane Coronel

Nutricionista – Corpo Nutri